Artigos com a Tag

Tatuagem no trabalho

Um breve relato de um Juiz tatuado

As vezes ainda me surpreendo com o preconceito que a tatuagem ainda sofre no Brasil, principalmente pelo fato de a capacidade profissional daspessoas ainda ser julgada por estas possuírem tatuagens. É tão cômico quanto deprimente ver que um bom profissional pode ser desqualificado em uma entrevista de emprego por possuir uma tatuagem enquanto em outras empresas a tatuagem é ignorada ou até mesmo um ponto a mais para o candidato.

Um texto me chamou a atenção ao ver o relato de um Juiz da 2ª Vara de Penápolis (SP) fala sobre casos que viu a trabalho relacionados a tatuagens e ele mesmo como tatuado expõe o que pensou nestes momentos, leiam abaixo:

 

Não faz muito tempo que resolvi fazer tatuagens. Não foi uma decisão difícil não, pois achava legal e concluí que não havia, como de fato não há, impedimento algum. Eu queria também provar para mim mesmo que tinha me livrado de uma pitada de preconceito que tinha na época da atividade policial. E talvez ajudasse outras pessoas a desmistificarem certas impressões…

Geralmente a primeira reação de quem toma ciência das “tatoos” é a de surpresa. Afinal, há algum tempo não se cogitava que um magistrado fosse tatuado. Aliás, a sociedade, de maneira geral, atrelava a tatuagem ao delinquente.

O preconceito e a discriminação contra os tatuados estão sendo gradativamente reduzidos. A prática se difundiu e as pessoas estão se acostumando com as tatuagens e se convencendo de que não passam de adornos.

Eu mesmo me perguntei, no dia seguinte ao do início do desenho: será que quem me avistar na rua vai pensar que eu não presto só por causa da tatuagem? Será que ontem eu era pessoa de bem, cumpridora dos deveres, e hoje, apenas por conta do desenho, já não tenho valor algum, já não sou digno de respeito e confiança? Pior que para alguns é exatamente isso…

Leia Mais